MUNICÍPIO DE VILA REAL COMEMORA DIA MUNICIPAL PARA A IGUALDADE

No âmbito da dinamização do Plano Municipal para a Igualdade de Género, o Município de Vila Real assinalou, no dia 24 de outubro, o Dia Municipal para a Igualdade, com a inauguração de uma exposição denominada (des) igualdades.

A exposição, patente nos Claustros do Município de Vila Real, é constituída por trabalhos da autoria dos/as alunos/as de Artes da Escola Secundária Camilo Castelo Branco. Esta iniciativa pretende promover uma reflexão crítica sobre questões de desigualdade e discriminação, celebrar e valorizar a diversidade cultural e étnica, designadamente no município, combater o preconceito e os estereótipos, bem como incentivar a participação cidadã e a colaboração entre diferentes grupos e setores da sociedade.

“Recorrendo à arte como veículo de transformação social, a exposição pretende sensibilizar a população para a importância da promoção da igualdade, numa lógica dialética: por um lado os/as alunos/as expressam, individual e coletivamente, as suas vivências e perspetivas e, por outro lado, incitam a população a fazê-lo, contribuindo para a sua reestruturação cognitiva e comportamental, em matéria de igualdade, cidadania e urbanidade”, referiu Mara Minhava, Vereadora e Conselheira Interna para a Igualdade.

A iniciativa, “para além de recorrer à arte como veículo de transformação social, tem como epicentro os jovens, autores dos trabalhos. Este último ponto é importante, conquanto envolva toda a comunidade, a iniciativa parte dos jovens, daqueles que brevemente serão adultos e cujo papel na sociedade é inquestionável”, terminou Mara Minhava.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Vila Real encontra-se a dinamizar o Plano Municipal para a Igualdade de Género, uma iniciativa financiada pelo Programa Operacional Inclusão Social e Emprego (PO ISE), pelo Portugal 2020 (PT2020) e União Europeia/Fundo Social Europeu (EU/FSE), tendo como organismo intermédio a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG).

VILA REAL MARCOU PRESENÇA NA INICIATIVA PORTUGAL IMATERIAL - A FESTA

CONVENÇÃO DA UNESCO 2003 – 2023
O Município de Vila Real esteve presente no evento Portugal Imaterial – A Festa, que decorreu no Museu Nacional do Traje, em Lisboa, entre os dias 20 a 22 de outubro, uma iniciativa promovida pela Direção-Geral do Património Cultural, em conjunto com outras entidades e cidadãos com atuação na área do Património Cultural Imaterial (PCI), com vista a assinalar os 20 anos da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da UNESCO.
A participação de Vila Real aconteceu no dia 22 de outubro, com a presença de um Atelier de Olaria de Bisalhães, que contou com demonstrações ao vivo realizadas por um oleiro vila-realense, que partilhou também com o público algumas das práticas artesanais de confeção da olaria de Bisalhães.
Neste dia foi ainda exibido um filme sobre o Processo de Confeção de Louça Preta de Bisalhães, inscrito, desde 2016, na Lista do Património Cultural Imaterial que Necessita de uma Salvaguarda Urgente da UNESCO.
Mara Minhava, Vereadora do Pelouro da Cultura disse que “a nossa participação nesta iniciativa mostra a importância que o Município tem dado ao Plano de Salvaguarda do Barro Preto de Bisalhães, procurando divulgar esta arte ancestral nos mais diversos certames, dando a conhecer esta marca tão identitária da nossa terra e das nossas gentes e que, com a chancela UNESCO, já não é só de Bisalhães; é do mundo”.

DAR VOZ À SAÚDE FOI O TEMA DO SEGUNDO BANCO DE CIDADANIA DE 2023

No dia 19 de outubro, no âmbito das comemorações distritais do Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, decorreu o segundo Banco de Cidadania do ano 2023. “Dar voz à Saúde” foi o tema escolhido para esta sessão, promovida pelo núcleo Distrital de Vila Real da EAPN Portugal, em parceria com o Núcleo Local de Inserção (NLI) e coordenação do Município de Vila Real. Este Banco de Cidadania contou com a colaboração da Entidade Reguladora da Saúde (ERS), que dinamizou o tema “Direitos e deveres dos utentes dos serviços de saúde”, e do ACES Douro I- Marão e Douro Norte que abordou a temática da “Prevenção e atuação da diabetes infantil”. Participaram nesta iniciativa cerca de 50 pessoas.
Com referiu a Vereadora do Pelouro de Ação Social, Mara Minhava “os bancos de cidadania têm como principal objetivo promover uma cidadania mais ativa, contribuindo assim para cidadãos e cidadãs mais atentos, informados e participativos pelo que é fundamental continuar a investir na realização destes espaços de participação cívica, informação e partilha de dúvidas direcionados à sociedade civil e, muito particularmente, a pessoas em situação de desfavorecimento social”.

NÚCLEO LOCAL DE INSERÇÃO PROMOVEU AÇÃO PARA FAMÍLIAS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE

O Município de Vila Real, através do Núcleo Local de Inserção (NLI), continua a promover um conjunto de ações dirigidas às famílias em situação de vulnerabilidade, nomeadamente aos agregados familiares beneficiários do RSI, com vista a criar condições favoráveis para a progressiva inserção social, laboral e comunitária.
Neste sentido, no dia 13 de outubro, foi dinamizado mais um dos Encontros “Falando sobre Recursos na Comunidade”, cujo objetivo é informar as famílias em situação de vulnerabilidade sobre os recursos que existem na comunidade. Este encontro, que teve a participação de 30 pessoas, contou com a colaboração da Associação Borboletas aos Montes, que deu a conhecer o foco da sua atividade, cujo objetivo passa por prestar ajuda psicológica e socioeconómica a doentes oncológicas da região do Interior Norte.
A Vereadora do Pelouro da Ação Social, Mara Minhava, agradeceu a presença da Associação Borboletas aos Montes nesta iniciativa, sublinhando a importância do trabalho desenvolvido pela Associação, no âmbito do esclarecimento, sensibilização e apoio à comunidade sobre a doença oncológica.

MUNICÍPIO DE VILA REAL VÊ CANDIDATURA APROVADA NO ÂMBITO DO PROJETO "COMBATE À FOME E À POBREZA"

O Rotary Clube de Vila Real e o Município de Vila Real, através da DASS, submeteram uma candidatura à Fundação Rotária Portuguesa no âmbito do projeto “Combate à fome e à pobreza”. Este projeto tem como objetivo principal atenuar/colmatar a privação alimentar contribuindo para a inclusão social das pessoas mais carenciadas.
A Vereadora do Pelouro da Ação Social, Mara Minhava, reconheceu a importância destes contributos para a prossecução do programa municipal de apoio às famílias, referindo que “temos encetado algumas parcerias, cuja finalidade é sempre a de contribuir para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, sejam eles jovens ou seniores, e esta com o Rotary Club de Vila Real é um bom exemplo das mais valias que podemos retirar do trabalho conjunto, nomeadamente ao nível da área social”.
Com a aprovação desta candidatura, num montante global de 7.750,00€ (sete mil, setecentos e cinquenta euros), reforça-se o apoio alimentar às famílias beneficiárias da loja social do Município de Vila Real.

Contactos
   259308100

  geral@cm-vilareal.pt

   Avenida Carvalho Araújo
     5000-657 Vila Real
Aplicação do Município
A nossa aplicação está disponível para IOS e ANDROID
Informações

Publish the Menu module to "offcanvas" position. Here you can publish other modules as well.
Learn More.